terça-feira, 26 de julho de 2011

Toda esta historia de visita pos parto

Entao que eu tenho lido vários post e conversado sobre as tais visitas logo que o bebe nasce.
Vai no hospital ou vai em casa?

Deixa eu explicar a minha situação.
Sou sozinha. Tenho sogra e cunhada e ponto.
Tenho amigos, mas ninguém muito intimo.
Entao eu quero eh que me visitem no hospital. Em casa so depois da segunda semana.
A gente vai estar numa fase de namorar e de aprender e definitivamente eu nao quero ninguém atrapalhando este nosso momentinho. Jose Alberto vai pegar 15 dias e ferias. Eu quero eh ficar em casa SUPER RELAXADA com meus meninos.
Isso nao vai acontecer se toda hora alguém bate na minha porta. A sogra e a cunhada ate podem fazer visitinhas diárias mas elas também precisam de moderação (nada de passar o dia e pedir pra dormir) e devem ser úteis.
Eu quero meu momento egoísta. Eu nao to afim de dar bola pra ninguém. Total atenção para beBenjamin.

Ooooobvio que eu nao vou proibir visitas pro meu pequeno e muito menos sair avisando de como eu quero que sejam estas visitas, mas adoraria que as pessoas tivessem bom gosto numa hora destas.
Entao eu resolvi criar uma listinha com algumas coisinhas que observei nestes 9 meses. Ai vai...

*Se voce for alguém intimo (intimo de verdade) pode planejar a visita a qualquer horário. Se for amigo de se encontrar as vezes espere no mínimo 15 dias.
*Sempre ligue antes da visita. Bebes nao tem horário certo e você pode chegar na hora do banho (do bebe ou da mae) ou em outra hora ruim.
*Chegue no horario combinado da visita. Por 10 ou 15 minutos voce pode perder o bom humor do bebe ou da mae.
*Nao peça para pegar o bebe. O bebe nao esta preparado para todos os seus germes. Se a mae oferecer e a resposta for sim, lave as maos antes. Mas nao beije de jeito algum.
*Nao fume antes da visita. Pobre do bebe receber o bafo de cigarro.
*Nao queira acordar o bebe. Se ele estiver dormindo eh um momento tranquilo para a mae.
*Nao prolongue a visita por mais de 30 minutos. Pode interferir na rotina e cuidados do bebe. A nao ser que a mae convide.
*Nao de a idéia de fazer um almoço ou um jantar.
*Se estiver com cede pergunte se pode pegar um copo de água.
*Se quiser comer alguma coisa, leve você mesmo.
*Se for intimo ofereça ajuda com a louça ou em preparar algum lanche para a mae.
*Demonstre interesse sober a vida da mae e do bebe depois de ele ter nascido.

Gente, o que voces acham?
Eh pedir muito? Que tipo de visita vocês preferem?
Nao acredito que eu va ter problemas com isso ja que nao tenho muitos amigos aqui mas fica uma super dica para as amigas das gravidas que já estão preparando suas visitas.

**
Ah…so pra voces saberem. 36 semanas e 2 dias. Faltam 26 dias para a provavel data. Temos consulta sexta.

Super beijo a todos.
=)

11 comentários:

Lu,mamãe do Deko e da Leka disse...

olá eu ecebi muitas visitas quando ganhei meus pequenos,andre nasceu prematuro e mesmo sem poder ve-lo sempre tinha alguem no hospital para saber noticias quando chegamos em casa recebemos muitas visitas eu gostei muito me senti amada e querida por todos,Ja quando Lequinha nasceu recebi muitas visitas no hospital e em casa,confesso que me senti meio estressada no inicio pois tinha muita dor,dores que nao senti na primeira vez...No entanto tbm foi otimo sabe que tinha pessoas querendo saber de nos,unica coisa que pedi e peço é que passe alcool gel na mao antes de pega-la,nao custa nada nao é mesmo?kk recebemos visitas no hospital e em casa em ambos nascimentos,e para mim foi otimo sentir esse carinho!bj

Trocando ideias - Espaço Mulher disse...

Acho que eu tb prefiro que me visitem no hospital. A adaptação em casa com a nova família é muito delicada e muitas visitas podem tumultuar! Mas é bom receber o carinho dos mais chegados né?
Bjs
Dani
*faço questão que minhas amigas/parentes que acompanharam minha gravidez de perto estejam presentes...

Aline Milanez disse...

Carol, eu te digo que EU sofri muito com as visitas no hospital.. Principalmente no dia em que a Anna nasceu. Ela nasceu as 8h30 da manhã então, tive visitas quase o dia todo.
Foi super cansativo, eu estava grogue da anestesia, com um ciúme louco da cria e principalmente, revoltada com as visitas que não tinham o bom senso de fazer uma visita rápida. teve gente que ficou 5 HORAS no quarto, não respeitou meu momento de privacidade com a Anna e com o meu marido e principalmente, não respeitou minha intimidade pq tinha gente no quarto na hora do meu banho, eu estava sangrando absurdo (o q é normal) e com aquela camisola horrorosa aberta atrás! Imagina só.. Algumas pessoas não tem simancol mesmo, se empolgam porque nasceu uma criança e esquecem que além disto, tem uma mãe se recuperando do parto, cansada porque não dorme direito há meses, preocupada se vai saber amamentar, se vai saber cuidar, enfim.. Eu acho que vc TEM todo o direito de impor regras. Eu coloquei mas, mesmo assim, faltou coisa!
Como a Anna nasceu de cesariana, eu sabia a data que ela ia nascer então, fiz um cartãozinho avisando o dia que a Anna iria nascer, que visitas no hospital só no dia seguinte e em casa só 2 semanas depois. Mandei por email pra quem eu sabia que iria me visitar na maternidade. Os amigos respeitaram muito, a família nem tanto..Além do fato desagradável da maternidade, recebi visitas em casa no dia seguinte ao que saí da maternidade..estressante demais, cansativo demais e inconveniente demais!
Coloque sim suas regras e se alguém reclamar, e vc não quiser dizer que é vc que quer assim, diga que foi instruída pelo pediatra da maternidade..PRONTO!
Me arrependo muito de não ter sido mais rígida com algumas coisas pq fiquei nervosa demais com muitas delas!
bjs!!!

Clara Viegas Miranda disse...

Dica da minha experiencia:
Todo mundo pega na mão do bebe. Se for inevitável imediatamente lave a mão dele. Meu bebê pegou conjutivite com apenas 2 semanas por causa disso. Agora já estamos espertos.

bjs e aproveita os últimos dias de grávida. É muito bom e emm breve você esquecerá como era.

Val disse...

oi Carol

Cheguei por aqui pelo blog da Carol e suas baby bobeiras e adorei! Também sou brasileira e moro em St Louis - MO. Sou uma "pré-tentante" e adorei ver o modo como vc lida com a gravidez.
Quanto a visitas na maternidade, um problema que eu sempre vi acontecer com amigas é o medo de as pessoas pensarem que vc está sendo grossa ao impor alguns limites, ou que está sendo "fresca". Well, pode até ser que seja frescura, mas é um direito da mãe e ngm pode mudar isso! O que fizer vc, o Benjamin e seu marido felizes é o que deve ser feito e o que as pessoas devem respeitar, não é verdade?

Estou seguindo, tá?

beijos!

Re disse...

Antes da Manu nascer, eu tb estava super neurotica com o lance de visitas, mas qdo ela nasceu, eu relaxei e amei receber muitas visitas no hospital..ja em casa, as pessoas acho que tem mais bom senso, pelo menos meus amigos so agora eh que estao ligando pra virem conhecer a Manu. Bjs

Rafaela Malafaia disse...

Oi Carol!
Bom acho que aqui em casa vai ser movimentado, pois a familia do meu esposo é grande, e a minha tbm!!
Eu nao sei se vou ficar estressada com o entra e sai, mais acho que as vezes algumas visitinhas que ajudam é sempre bem vinda!!
bjinhuss...

Agente especial "mamãe" disse...

Putz escrevi um puta comentário e meu filho apagou tudo...bora lá denovo again novamente:
Eu não gostei de receber visita no 1° dia com o Bryan em casa, primeiro porque como fiz cesarea sentia muita dor e mal podia falar,pois ficava cheia de gases e minha cabeça doia muito por causa da anestesia.A primeira pessoa a me visitar (quer dizer, ela já estava la em casa antes mesmo de mim) foi minha sogra, e foi horrível ouvir ela dando pitaco, conselhos e me obrigando a amamentar o Bryan com o bico sangrando...ela ficava falando que não fazia mal engolir sangue, que eu tinha que me esforçar e etc (estou te assustando né?rs)
pra piorar ela ainda deu leite de vaca pra ele misturado com água (escondido de mim) e quis dar o 1° banho, só que deu com água gelada e o Bryan berrou tanto que de pena.
As outras visitas eu fui mais tolerante, mas quer saber, no auge do meu baby blues eu só sabia chorar de soluçar e odiava ter que amamentar na frente dos outros, até meu sogro viu meu peitchos e eu não gostei nadinha..
no segundo filho só quero receber visitas no hospital e em casa só após o 1° mes, porque a chegada do bebê é uma coisa muito íntima, precisa de muita adaptação e etc...
bjos

Caroline Pozzatti disse...

Aii gurias, que bom ouvir de voces )pelo menos da maioria) que eu nao estou louca.
OBVEO que eu quero todo mundo (amigos) presentes na vida do Benjamin, mas ele vai ter tempo pra se adaptar a tudo, primeiro se adapta a mami e ao papi depois ao resto.
Estava ate nervosa sabe…

Beijos!

Testes da mamãe disse...

Oi, adorei o blog, estou seguindo agora e sempre passarei por aqui, criei um blog atualmente, se puder da uma passadinha la e retribuir a visita e puder seguir o blog , tem dicas e testes de produtos de bebê.

o link é: http://testesdamame.blogspot.com/
abrçs, espero sua visita

Má! disse...

Oi Carol! Eu ainda não tenho filhos e nem estou gravida, mas pretendo engravidar logo e só de pensar nessas visitas inesperadas e chatas eu já me arrepio toda. No meu caso tenho uma madrasta que adora falar que vai pegar meu nenem pra ela, ela fala brincando mas as vezes parece que que ela quer cuidar pela minha falta de experiencia, mas um dia todas nós vamos ser mamaes de 1 viagem e temos que apernder sozinhas a lidar com isso!
Vc esta certissima com essas regrinhas e graças a Deus que vc não tem muito parente por perto, pois nessas horas só atrapalham.
Bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...